Bíblia do CaminhoSúmulas Biográficas

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Adelmar Tavares


Nasceu em Recife (PE), a 16 de fevereiro de 1888, filho de Francisco Tavares da Silva Cavalcanti e D. Maria Cândida Tavares. Bacharelou-se pela Faculdade de Direito do Recife (PE), em 1909. Foi redator do Jornal Pequeno. Passou grande parte da infância numa fazenda, onde rabiscou os primeiros versos. Quando estudante, publicou poesias em jornais e muitas se tornaram populares, recitadas e cantadas em serenatas, às margens do Capiberibe. Estreou nas letras, em 1927, com o livro de poemas Descantes. Transferiu-se para o Rio de Janeiro (GB), e ocupou importantes cargos: professor de Direito Penal, da Faculdade de Direito de Niterói (RJ), e, tendo ingressado na magistratura, chegou a desembargador da Corte de Apelação do Rio de Janeiro (GB), sendo presidente do Tribunal de Justiça, de 1948-1950. Escolhido, em 1926, ocupou a cadeira nº 11, patrono Fagundes Varela, da Academia Brasileira de Letras, em substituição a João Luís Alves. Consagrou-se como trovador, tendo sido eleito, num concurso popular, Príncipe dos Trovadores Brasileiros. Desencarnou a 20 de junho de 1963, no Rio de Janeiro (GB).

Bibliografia: “Descantes” (trovas em colaboração), Recife, 1907. “Luz dos meus olhos”, “Miriam”, Rio de Janeiro, 1912. “Trovas e trovadores”, 1910. “A poesia das violas”, 1921. “Noite cheia de estrelas”, Rio de Janeiro, 1925. “A linda mentira”, 1926. “Poesias”, 1929. “Trovas” (coleção dos Poemas de amor), 1931. “O caminho enluarado”, 1932. “A luz do altar”, 1934. “Poesias completas” (os livros anteriores, com exceção do primeiro, e mais “Calam-se os ninhos”, Rio de Janeiro, s/d). “Poesias escolhidas”, Rio de Janeiro, 1946, “Um ramo de cantigas”, Rio de Janeiro, 1955. Total de obras: 29, entre poesias, ensaios, discursos e estudos jurídicos. (Fonte: “Dicionário Literário Brasileiro”, Raimundo de Menezes, 2ª Edição). — (“Luz na Madrugada”, 1ª edição, IDE, págs. 23-24.) (Nda)

(Vide depoimento de Aparício Fernandes sobre Adelmar Tavares)


.

Abrir