Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Seguindo juntos — Autores diversos


5


Diante da fé

1 Naturalmente que a fé em Deus presidir-nos-á todos os movimentos da vida, se nos propomos a avançar com o progresso, à feição da seiva permanente na árvore, a fim de que ela corresponda ao seu nobre destino.

2 Entretanto, a fé em Deus não pode excluir a fé em nós mesmos.

3 Não encorajamos aqui as falsas alegações daqueles irmãos menos responsáveis que superestimam os próprios valores, alardeando qualidades de que se mostram distantes, mas sim o equilíbrio das consciências valorosas que não desconhecem os deveres que o mundo lhes conferiu.

4 Cada alma carreia consigo recursos divinos que é preciso multiplicar, riquezas imperecíveis que é necessário estender.

5 Eis porque a fé será dinamismo criador do bem de todos ou não passará de enfeite inútil nos lábios.

6 Se Jesus estivesse circunscrito à fé no Poder Divino, cruzando os braços, em doce reserva nas Esferas Superiores, decerto não teria vindo ao encontro da Humanidade, exemplificando o amor universal que lhe flui de cada lição e lhe reponta de cada gesto.

7 E se não confiasse no homem, cujas energias interiores veio despertar para a fé em si mesmo, indubitavelmente, não se teria consagrado à obra da redenção terrestre até o sacrifício supremo.

8 É que não vale acreditar na bondade, sem que sejamos bons, nem exaltar os méritos da justiça sem sermos justos.

9 Não te detenhas, em nome de Cristo, na adoração expectante daqueles que simplesmente se confiam à inércia.

10 Vale-te das horas para marchar, com o tempo, no rumo da Luz Perfeita.

11 Mobiliza as possibilidades de que dispões, acorda e vive, sabendo que acordar é compreender e viver é lutar pela própria ascensão.

12 Estuda, trabalha, progride, renova-te e aperfeiçoa-te. Se aspiras a conquistar a intimidade do Cristo não te imobilizes na ilusão.

13 Lembra-te de que o Mestre colocava ênfase expressiva ante cada enfermo recuperado, exclamando convincente: — “A tua fé te curou”. ( † )

14 Nenhum dos beneficiários de seu amor chegou a restaurar-se sem os talentos da fé positiva e justa, em cada um deles entesourada.

15 Não te esqueças, ainda, de que se o Senhor proclamou que “a fé transporta montanhas”, ( † ) também nos advertiu: — “Conhecereis a verdade e a verdade vos fará livres”. ( † )

16 Reconheçamos: para que a nossa fé não se aprisione nas grades do fanatismo é indispensável que o discernimento nos auxilie a caminhar.


.Emmanuel


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir