Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Palavras sublimes — Autores diversos


43


Romaria dos mortos

1 Também nós vimos, hoje, em romaria,
Da luz do mundo dos desencarnados,
Visitar nossos mortos bem-amados
Que palmilham a estrada erma e sombria.


2 Hoje foste à lousa escura e fria
Na saudosa lembrança dos “finados”,
Mas sois vós nossos mortos sepultados
Nos sepulcros de carne e de agonia!


3 Na parada de dor dos cemitérios,
Passa, à luz de dulcíssimos mistérios,
A generosa e santa caravana…


4 São os vivos dos mundos da verdade
Que choram sobre os mortos na impiedade
Do campo santo da miséria humana! n


A. de Guimarães




Reformador — Novembro de 1944.


[1] Soneto citado e reproduzido também na obra de evangelização infantil “Ser espírita é…”, de Ricardo Plaça.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir