Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Palavras sublimes — Autores diversos


19


Desencanto

1 Também, Senhor, um dia, de alma ansiosa,
Num sonho todo amor, carícia e graça,
Quis encontrar a imagem cor-de-rosa
Da ventura que canta, sonha e passa.


2 E perquiri a estrada erma e escabrosa,
Perenemente sob a rude ameaça
Da amargura sem termos, angustiosa,
Entre os frios do Pranto e da Desgraça,


3 Até que um dia a dor, violentamente,
Fez nascer no meu cérebro demente
Os anelos de morte, cinza e nada.


4 E no inferno simbólico do Dante,
Vim reencontrar a lágrima triunfante,
Palpitando em minh’alma estraçalhada.


.Hermes Fontes



Reformador — 1º de julho de 1936.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir