Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

O Espírito da Verdade — Autores diversos — F. C. Xavier / Waldo Vieira


34


A descoberto

O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO — Cap. XXIV — Item 13


“… nada há encoberto que não haja de revelar-se, nem oculto que não haja de saber-se.” — JESUS (Mateus, 10:26)


1 Na atualidade, é deveras significativa a extensão do progresso humano nos variados campos da inteligência.

2 Pormenores da vida microscópica são vislumbrados por olhos pesquisadores e argutos.

3 Ninhos do Cosmo Infinito são tateados por delicada instrumentação astronômica.

4 Aparelhagem múltipla, ausculta o corpo físico, desvelando-lhe a intimidade.

5 Experimentos inúmeros atestam a grandeza de tudo o que existe no seio da própria Terra.

6 Avançando em todas as direções, o homem alcança eloquente patrimônio intelectual, senhoreando leis e princípios que agrupam os seres e as coisas, mantendo o equilíbrio e a ordem do Universo.

7 Entretanto, na razão direta do conhecimento que vai conquistando, o espírito divisa horizontes mais vastos e fascinantes, aguçando o esforço do raciocínio.

8 Quanto mais conhece, mais se lhe amplia aos olhos a imensidão do desconhecido.

9 Quanto mais lógica no estudo, mais se lhe patenteia a exiguidade do próprio discernimento, em face da excelsitude do Todo-Divino.

10 Alma alguma pode encobrir, para si mesma, as próprias manifestações no quadro da Vida, e, de igual modo, perante a Lei, ninguém consegue disfarçar o menor pensamento.

11 Tudo pode ser descortinado, sopesado, medido… Assim, não só a realidade ainda ignorada por nós, como também as mentalizações e os atos de nosso próprio caminho, serão revisados e conhecidos, sempre que semelhante medida se fizer necessária, no local exato e na época oportuna.

12 “Nada há encoberto que não haja de revelar-se, nem oculto que não haja de saber-se”, ( † ) esclarece o Senhor. Recordemos, assim, o ensinamento vivo em nosso próprio passo, agindo na esfera particular, como quem vive à frente da multidão, porquanto os nossos mínimos movimentos, na soledade ou na sombra, podem ser também trazidos ao campo da plena luz.


.Emmanuel



(Psicografia de Waldo Vieira)


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir