Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Nosso livro — Autores diversos — 1ª Parte


2


Templo vivo

1 É uma felicidade encontrar o reduto dos trabalhadores operantes do Espiritismo.

2 Que dizer duma comunidade de abelhas consagradas a perene descanso na colmeia? De árvores que florescessem verdejantes, mas sem frutos? De fontes abertas, todavia sem água que traduza socorro ativo aos sedentos?

3 Não suponham que nós, os desencarnados, estejamos repousando em calmaria destruidora. O nosso esforço é ingente, o trabalho é incessante.

4 Temos, também, em todas as direções de nossa luta, os centros espirituais de serviço aos semelhantes.

5 Nossos agrupamentos, contudo, não se restringem aos incensos da adoração e, sim, se estendem a tarefas eficientes e seguras, nas quais, qual acontece num conjunto musical, cada companheiro é um instrumento adequado à harmonia do todo e cada coração é ferramenta bendita para que a vontade de Jesus se manifeste.

6 Aqui temos, pois, uma demonstração dos templos de fé viva no futuro mundo. n Cada crente é colaborador vivo da obra do Mestre Divino.

7 Este usa a palavra para a edificação coletiva, outro emprega as mãos fraternas no auxílio curativo, enquanto outros se utilizam de forças benéficas e salutares para a transmissão dos valores espirituais de Planos mais altos.

8 Trabalhemos assim, meus amigos, conscientes de que o Espiritismo Cristão é processo renovado com Jesus, escola para ensinar, casa de produção incessante do bem e sementeira viva de bênçãos e luzes, em que todos nós, individualmente, podemos contribuir com a nossa parte na construção do Reino de Deus na Terra.

9 O porvir acena-nos à frente, induzindo-nos para o Alto. 10 A fé sem obras congela o pensamento e determina a anestesia temporária do espírito. 11 O serviço é a alma de nossas organizações que se dirigem para o mundo regenerado, com vistas à vida eterna. 12 Jesus é o Senhor da Verdade e do Bem, é o Príncipe da Paz e o Salvador dos Homens. Entretanto, é também o Trabalhador Divino de pá nas mãos, ( † ) limpando a eira do mundo. 13 E se não sabemos, ainda, dentro de nossa insignificância, ligar-nos ao Supremo Orientador do Planeta, através da Verdade que ainda não conquistamos inteiramente, do Bem que ainda não sabemos praticar com a perfeição desejada e da Paz que ainda não sabemos preservar em nós mesmos, busquemo-lo por intermédio do trabalho no bem, porque o serviço é o caminho aberto a todas as criaturas, desde o verme até o anjo, na direção de Deus.


.Agar



[1] Templos de fé viva — A entidade comunicante se refere à reunião, em que todos os companheiros trabalhavam ativamente em conjunto, na exposição da palavra evangélica e no exercício dos dons mediúnicos.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir