Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Mãos marcadas — Autores diversos


30


Ilação espírita

1 O impulso de odiar, quando não extirpado de nossa alma, será sempre fator de desequilíbrio.

2 Primeiramente, leva à grande perturbação.

3 Da grande perturbação, conduz à doença.

4 Da doença, transporta à agressividade exagerada,

5 Da agressividade exagerada, leva à delinquência potencial.

6 Da delinquência potencial, é capaz de sair para loucura e crime, angústia ou queda, pela fermentação da culpa.

7 E, na fermentação da culpa, o espírito pode atravessar muitos séculos em reencarnações de tratamento ou reajuste.

8 Capacitemo-nos de que não vale odiar, de nenhum modo, e em tempo algum, de vez que somos Espíritos eternos que Deus criou e não nos é lícito olvidar que Deus nos ama e sustenta, ampara e abençoa, promovendo recursos, tanto em nosso favor, quanto em favor dos outros, até que todos atinjamos as fontes da perfeição e da alegria.

9 À face disso, toda vez que o impulso de odiar se nos reponte do ser, retornemos ao ensinamento do perdão, no Evangelho, e indaguemos de Jesus, nos recessos de nós próprios: — Senhor, quantas vezes, por dia, devo mostrar amor aos meus semelhantes?

10 E a voz dele decerto se nos repercutirá no imo do coração: — “Não digo que mostres amor tão somente uma vez, mas setenta vezes sete vezes”. ( † )


.Albino Teixeira


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir