Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Gotas de luz — Casimiro Cunha


12


Máximas

  1 Não fujas ao teu dever

  Se queres ser respeitado.

  Para quem é preguiçoso

  Todo dia é feriado.


  2 Quando o Céu procura um homem

  Que deseja conhecer

  Manda que o mundo lhe empreste

  Dinheiro, fama ou poder.


  3 Há muita gente que sobe,

  Descendo ao remorso e à dor…

  E há muita gente que desce,

  Subindo à glória do amor.


  4 Não olvides, se descansas

  No jardim do galanteio,

  Que todo sapato lindo

  Acaba em chinelo feio.


  5 O rico que serve a todos,

  Mostrando amor e humildade,

  Desde a carne enganadora

  Penetra na santidade.


  6 Agradeçamos ao mundo

  O cálix de angústia e fel.

  O mármore se aprimora

  A beliscões de cinzel.


  7 Não critiques, nem destaques

  As faltas de teu irmão.

  O tempo trará teu dia

  De luta, e de tentação.


  8 Põe o serviço em teus braços,

  Põe a bondade em teus olhos…

  E terás por toda parte

  Um roseiral sem abrolhos.


  9 Toda moeda que ajuda

  Bons e maus, crentes e incréus,

  É caridade sublime

  Que sobe da Terra aos Céus…


  10 Se pretendes o caminho

  Da vida que aperfeiçoa,

  Trabalha, incessantemente,

  Aprende, serve e perdoa.


.Casimiro Cunha


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir