Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Festa de paz — Autores diversos


12


Aparências do mundo

  1 “Deus tudo vê, tudo sabe!…”

  Falava Clarêncio França,

  Mas furtava no comércio

  O que levasse à balança.

.Pedro Ventania


  2 Condenava qualquer jogo

  O amigo Joaquim da Mota.

  Faleceu jogando cartas,

  Olhando a cara da sota.

.João Moreira da Silva


  3 Sizínio, o irmão contra o álcool,

  Sobre o assunto grita e xinga;

  Ao morrer, deixou no quarto,

  Um grande barril de pinga.

.Sylvio Fontoura


  4 Era o médium mais severo,

  Lembrava um leão de arena…

  Mas largou tarefa e povo

  Levando bela morena.

.Lulu Parola


  5 Homem que prega moral,

  Com pancas de inquisição,

  Esse é o primeiro que cai

  Nas ciladas da paixão.

.Jair Presente


  6 Isto notei nas andanças

  Em vários climas da Terra:

  Quem mais critica entre os homens

  É a pessoa que mais erra.

.Antônio Torres


  7 Tinha tanto apego ao ouro

  Que o coitado enlouqueceu,

  Gritando, de praça em praça:

  “O ouro do mundo é meu.”

.Feliciano Gonçalves Simões


  8 Lino Braz, o moralista

  Doutrinava Dona Bela,

  Só falava de virtude,

  Mas depois fugiu com ela.

.Cornélio Pires


  9 Ginástica pelo rádio,

  Povo ao frio de manhã.

  E o professor dava as ordens

  Num leito de seda e lã.

.Natal Machado


  10 O lucro das aparências

  Que no mundo se arrecade,

  Só prevalece na vida

  Até que chegue a verdade.

.Auta de Souza


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir