Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Esperança e vida — Autores diversos — F. C. Xavier / Carlos A. Baccelli


17


O perdão liberta

1 O condenado pela justiça humana, amargará a pena decretada pela própria invigilância, experimentando-a de diversas maneiras sendo que, em alguns países se lhe aplicará, inclusive, a pena máxima.

2 No entanto, transitam pelos caminhos humanos sentenciados fora da prisão… Embora não sejam catalogados por delinquentes, carregam dentro de si mesmos as invisíveis cadeias do remorso e do arrependimento.

3 Em momento impensado, feriram, magoaram, injuriaram. Inspirando-nos no Evangelho, cujas páginas luminosas foram encerradas com o perdão do Senhor aos algozes, saibamos perdoar aqueles que se fizeram nossos inexplicáveis adversários.

4 Perdoando, igualmente se emancipa o homem, descomprometendo-se ante a Lei de Causa e Efeito.

5 Perdoar significa não acumular rancor, mágoa, ódio.

6 Feliz daquele que tem humildade bastante para rogar perdão, mas bem-aventurado será sempre o que ama o bastante para perdoar.


.Odilon Fernandes



(Psicografia de Carlos A. Baccelli)


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir