Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Chico Xavier, dos hippies aos problemas do mundo — Entrevistas — Emmanuel


33


Agradecimento

1. — ALMIR — Chico Xavier, um senhor médium  psicógrafo, acaba de psicografar mensagem que após lida, recebe o aplauso de pé de todas as pessoas  presentes ao auditório do Sumaré, depois de 4 horas e 25 minutos de programa.  Vamos encerrando aqui nos nossos trabalhos,  agradecendo a todos os senhores que tiveram a  gentileza de comparecer a este auditório para prestigiar este programa e assistir a Chico Xavier. Aos  telespectadores da Capital de São Paulo, de todo Interior de nosso Estado, de todo o sul de Minas  de duas grandes faixas dos Estados de Mato Grosso  e do Paraná e ainda os telespectadores da TV-Paraná Canal 6, Curitiba; da TV-Coroados Canal 3 Londrina, no Paraná; da TV-Rádio Clube, Canal  6, Recife, e da TV-Triângulo, Canal 8 em Uberlândia, que estiveram em rede, via EMBRATEL com  o Canal 4 de São Paulo para apresentação deste Pinga-Fogo Especial, que lhes levou Chico Xavier. Agradecemos, também, a colaboração da nossa coirmã Rádio Tupi de São Paulo, que levou aos céus do Brasil e do mundo a palavra deste notável médium brasileiro, Chico, a você os nossos melhores agradecimentos, mais uma vez pela presença no Pinga-Fogo. Digo a você que volte a Uberaba, como disse da outra vez, levando consigo a certeza que você proporcionou esta noite a milhares e milhares de brasileiros, horas bem felizes de esperanças no futuro, que por certo há de vir. Chico são seus os instante finais do nosso Pinga-Fogo desta noite, para o seu até breve aos telespectadores e ainda ao público que lota literalmente este auditório.

SAULO — Antes do até breve do Chico, apenas uma observação. Este é o presente de Natal dos repórteres autênticos do Brasil, da divisão de telejornalismo, a todos os diretores de televisão no País inteiro.

CHICO XAVIER — Nós agradecemos à bondade de Jesus, a oportunidade que nos foi concedida nesta noite, pela TV-Tupi Canal 4, e a todos os companheiros que em São Paulo nos ampararam tanto com a sua presença e com a sua bondade. Nós estamos agradecendo à nossa grande cidade de São Paulo, este carinho, esta bondade, que nos seguem todos os dias, sem palavras que possam expressar o nosso reconhecimento. E pedimos ainda a oportunidade, ao nosso mediador e diretor do programa, nosso caro amigo Dr. Almir Guimarães, tanto quanto rogamos aos nossos amigos presentes, nossos queridos companheiros paulistanos e paulistas, permissão para enviar simbolicamente as flores que nos foram oferecidas aos nossos irmãos e benfeitores da terra de Uberaba. A cidade mansão, a cidade benção, de cuja bondade imensa tanto temos recebido. Mas pedimos a São Paulo e a Uberaba, permissão para levar o nosso coração reconhecido ainda mais longe. Dizem que os ingratos perdem a memória e que acabam sem identificar eles mesmos, quero agradecer a Pedro Leopoldo, a reencarnação que me deu, a bondade com que me criou e acompanhou todos os passos. Em nossa cidade na colina onde nós reverenciamos os nossos mortos, pedindo-lhes a benção, até os últimos eucaliptais, que nos ligam à capital de Belo Horizonte. Nós sempre celebramos o Natal, seja nos templos católicos, nos templos reformistas do Evangelho ou em nossas casas espíritas cristãs, com o espírito de União. Lá nossos pais nos criaram amando a Jesus e amando tanto; que a imagem de Jesus nunca se separou de nossa memória nem da nossa lembrança. Fôssemos ou sejamos católicos, reformistas ou espíritas evangélicos, com permissão de S. Paulo e com o consentimento de Uberaba, cidades, comunidades a quem devo tanto, à quem empenho meu coração, meu pensamento vai até Pedro Leopoldo, a nos unirmos com os nossos cânticos de Natal e dizer a todos os nossos amigos presentes aqui ou não, em seus lares, Glória a Deus nas Alturas, Paz na Terra e Boa Vontade para com todos os homens. ( † ) Feliz Natal a São Paulo e a todos. Muito obrigado.


ALMIR — Palavras de Chico Xavier; com: a voz embargada pela emoção, se despede dos telespectadores esta noite, se despede deste auditório, prometendo voltar um dia qualquer. Nossos agradecimentos a Vicente Leporace, a Freitas Nobre, ao Dr. Ernani Guimarães Andrade, Durval Monteiro e Saulo Gomes, pela presença na mesa de entrevistadores. Principalmente a Saulo Gomes que hoje está se despedindo da televisão e do rádio brasileiro. E a você, telespectador, a certeza de que voltaremos ao seu receptor na próxima segunda-feira para apresentação do último Pinga-Fogo série 71. Muito obrigado pela atenção que nos foi dispensada, muito obrigado auditório. Muito obrigado telespectador de todos os recantos do Brasil que esta noite, mais uma vez, nos prestigiou e nos honrou com a sua audiência. Boa noite e até a próxima segunda-feira se Deus quiser.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir