Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Baú de casos — Cornélio Pires


11

Finados reencarnados

  1 Caro Armando, recebi

  Os bilhetes e os recados;

  Você deseja notícias

  De alguns dos nossos finados.


  2 Entendo. Finados hoje

  Para nós, é a comitiva

  Dos irmãos fora da Terra,

  Gente morta sendo viva.


  3 Não posso dar muitas notas

  De sentido mais profundo,

  Falarei de alguns amigos

  Já reencarnados no mundo.


  4 Às vezes, nos cemitérios,

  A gente chora na campa

  De amados que já voltaram

  Para a Terra, em nova estampa.


  5 Você recorda Nhô Zeca

  Que liquidou João Matula?

  João voltou à casa dele,

  É o netinho que ele adula.


  6 Por causa de Frederico,

  Suicidou-se o Tonho Prata,

  Tonho, porém, renasceu…

  É o bisneto que o maltrata.


  7 Outro suicídio, o de Délio

  Que morreu por Lia Benta…

  Délio tomou novo berço,

  É o filho que ela amamenta.


  8 Por ambição, Carlomanho

  Arrasou com Dona Luna;

  Ela nasceu neta dele,

  A fim de herdar lhe a fortuna.


  9 Tino e Rita promoveram

  A morte de Adão Ramalho;

  Adão renasceu com eles,

  Trazendo imenso trabalho.


  10 Nhô Téo acabou com Joana

  Ao não querê-la por nora,

  Mas Joana já reencarnou…

  É a netinha que ele adora.


  11 Morreram dois inimigos:

  Tião e Juca da Barra…

  Agora nasceram gêmeos,

  Vieram irmãos na marra.


  12 Desencarnado, Nhô Gino

  Que falava mal de tudo,

  Pediu corrigenda a Deus,

  Em seguida, nasceu mudo.


  13 Nosso assunto é isto aí…

  Recordação de finados

  É a vida em torno da vida

  Que se expressa por dois lados.


  14 Enquanto estamos na Terra,

  Para dizer o que posso,

  Muita vez, a gente reza

  Em campo que já foi nosso.


.Cornélio Pires


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir