Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Antologia dos Imortais — Autores diversos — 2ª Parte


40

Félix Pacheco


ALÉM DA NOITE

  1 Dos corações clamando agonia e desterro,

  Desce o orvalho do pranto em fel da desventura…

  A saudade a chorar dita a rota do enterro,

  Mas o túmulo em si é breve noite escura…


  2 A alma, divino sol no corpo — escrínio perro —,

  Joia viva a brilhar além da sepultura,

  Lucila a esmorecer, sob as tênebras do erro,

  Ou cresce a refulgir, se ascende bela e pura.


  3 Onde vá, todo ser caminha lado a lado

  Da luz cantando sempre o amor profundo e ardente

  Ou da sombra transfeita em pavoroso mito;


  4 A deixar cada dia o crisol do passado,

  Vai e vem, a sofrer, no esmeril do presente,

  Para estampar-se, enfim, nos troféus do Infinito!


José FÉLIX Alves PACHECO — Jornalista emérito, exerceu a profissão, desde moço até a desencarnação, no Jornal do Commercio, do Rio, folha de que chegou a ser diretor-proprietário. Foi ainda historiador, ensaísta, deputado federal, senador e Ministro das Relações Exteriores do Brasil. Pertenceu a inúmeras associações e ocupou a cadeira n° 16 da Academia Brasileira de Letras: Poeta dos mais delicados, “figura, em primeiro plano, entre os maiores vultos que o Piauí legou ao Brasil” (apud Félix Pacheco, publicação do Jornal do Commercio, pág. 5). (Teresina, Piauí, 2 de Agosto de 1879 — Rio de Janeiro, Gb, 6 de Dezembro de 1935.)

BIBLIOGRAFIA: Amores Alvos; Poesias; Lírios Brancos; Descendo a Montanha; etc.


(Psicografia de Waldo Vieira)


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir