Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Antologia dos Imortais — Autores diversos — 1ª Parte


8

Gastão de Deus


AGAPANTOS

  1 Enfim vencido… Na última canseira, n

  Cimo espinhoso de suplícios tantos,

  Busquei, ansioso, a estrada de agapantos, 3 n

  Que me fora visão da vida inteira.


  2 Tudo, porém, era neblina e poeira, 5

  Misturadas de preces e acalantos,

  Nênias da morte, hinários sacrossantos,

  E a noite, a imensa noite derradeira…


  3 Nos auges da aflição que me constringe,

  Cai, entretanto, a máscara da esfinge…

  Oh! sepulcro, onde a sombra em que te cevas?…


  4 Refaz-se a luz que em lágrimas transponho,

  E vejo, além, as flores do meu sonho,

  Como estrelas radiando sobre as trevas…


GASTÃO DE DEUS Vítor Rodrigues — Poeta e prosador, Gastão de Deus, depois de cursar a Escola Normal de Paracatu, Minas, transferiu-se para Goiás, onde concluiu o curso jurídico na Faculdade de Direito do Estado. Advogou por algum tempo em sua terra natal, sendo colaborador do jornal Goiás-Minas, de que foi representante. Redator do vespertino uberabense Lavoura e Comércio e Juiz de Direito em Anápolis. Afirma Veiga Netto (Ant. Goiana, pág. 93) que Gastão de Deus “nunca abandonou a pena, e foi sempre fértil a sua sementeira de poesias e artigos espalhados pelos jornais de Goiás e Minas”. (Catalão, Estado de Goiás, 8 de Março de 1883 — Anápolis, Go, 17 de Abril de 1917.)

BIBLIOGRAFIA: Agapantos, poesia; Páginas Goianas, prosa.



[1] “Enfim vencido…”: Aposiopese — “Espécie de FIGURA definida por Marouzeau como “interrupção da frase por um silêncio brusco, feito para traduzir uma inesperada hesitação ou emoção da pessoa que fala”, …” (Geir Campos, Op. cit.)

[2] Versos 3 e 5. As sinéreses em an-sio-so e poei-ra não constituem inovações na poética de Gastão de Deus. Em “Um Beijo”, de Agapantos, pág. 45 (apud Vultos Catalanos, pág. 74), encontramos alguns exemplos, dentre outros: “A asa in-quie-ta dos lábios meus demora”; “Que hoje cismo que o beijo dado à crian-ça”, — não obstante, em “Ave Regina” e outras poesias, ostentar o poeta numerosos casos de diérese.


(Psicografia de Francisco C. Xavier)


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir