Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Abençoa sempre — Autores diversos


1

Abençoemos

1 Não consideres o mal por mal para que o bem não encontre embargos à precisa manifestação em momento oportuno.

2 A Sabedoria Divina permite que sucessos imaginariamente infelizes se nos entrosem à marcha, a fim de que, por eles, saibamos conquistar defesa e segurança.

3 É por isso que onde os nossos olhos costumam encontrar desventura e falência, muita vez, aparece o justo benefício, com que não contávamos, a erigir-se em socorro providencial nas sendas do futuro.

4 Toda perturbação valoriza a força da ordem e toda e qualquer dor ampara o reajuste.

5 Entretanto, em louvor da paz edificante, é preciso aprender a tudo abençoar, agradecendo aos Céus os bens e os males aparentes da vida a fim de que venhamos a convertê-los todos em luz de experiência.

6 Recebe, assim, o assalto e as injúrias da treva, abençoando, em silêncio, o quadro em que se expressam, porque 7 insulto e violência apenas denunciam a ignorância, em luta, buscando aglutinar, em derredor de si, as sombras com que plasma desespero e miséria.

8 À maneira de fogo devorador, pretenderá naturalmente estender-se, consumindo as esperanças do caminho em que segues; contudo, se abençoas o ataque, entregando-lhe os golpes à Harmonia Divina, ele em breve extinguir-se-á, para que o bem eterno esplenda generoso.

9 Abençoemos, assim, todos os males do mundo, auxiliando em tudo, para que se nos transformem em benefícios, e 10 então compreenderás, ante a luz do Evangelho, que em todo e qualquer tempo, acontece o melhor aos que amam a Deus.


.Emmanuel


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir