Bíblia do Caminho Testamento Kardequiano

Revista espírita — Ano V — Maio de 1862

(Édition Française)

DISSERTAÇÕES ESPÍRITAS


Aos membros da Sociedade de Paris que partem para a Rússia

(Sociedade Espírita de Paris,  †  abril de 1862 – Médium: Sr. E. Vézy)

Nota – Várias personagens russas de distinção vieram passar o inverno em Paris, principalmente visando completar sua instrução espírita e, com esse objetivo, fizeram-se membros da Sociedade, a fim de poderem assistir às sessões. Alguns já tinham partido, como o príncipe Dimitry G… [Vide em Cenas da vida particular, Kardec recebendo a visita do príncipe, e também À S. A. Príncipe G.]; outros estavam em véspera de partida. Foi essa circunstância que motivou a seguinte comunicação espontânea:


“Ide e ensinai, disse o Senhor. É a vós, filhos da grande família que se forma, que me dirijo esta noite. Regressais à vossa pátria e às vossas famílias. No lar não esqueçais que um outro pai, o Pai celeste, quis comunicar-se e se vos dar a conhecer. Ide; que a semente sempre esteja pronta para ser lançada nos sulcos que abrireis nessa terra, cujas rochas de suas entranhas não são suficientes para impedir a ação do arado. Vossa pátria está fadada a tornar-se grande e forte, não só pela literatura, pela Ciência, pelo gênio e pelo número, mas ainda por seu amor e devotamento ao Criador de todas as coisas. Que, pois, a vossa caridade se torne generosa e poderosa. Não temais espalhar a mancheias em vosso derredor; sabei que a caridade não se faz somente com a esmola, mas, também, com o coração!… O coração — eis a grande fonte do bem, a fonte dos eflúvios que se devem espalhar e aquecer a vida dos que sofrem ao redor de vós!… Ide e pregai o Evangelho, novos apóstolos do Cristo. Deus vos colocou em alta posição no mundo a fim de que todos vos possam ver e bem compreender as vossas palavras. Mas é sempre olhando o Céu e a Terra, isto é, Deus e a Humanidade, que alcançareis o grande objetivo que vos propondes atingir e para o qual nós vos ajudamos. O campo é vasto. Ide, pois, e semeai, para que em breve possamos fazer a colheita.

“Podeis anunciar por toda parte que o grande reino logo chegará, reino de felicidade e de alegria para quantos tiverem querido crer e amar, pois dele participarão.

“Recebei, pois, antes de partir, o último conselho que vos damos sob este belo céu que todos amam — o céu da França! Recebei o último adeus dos amigos que vos ajudarão ainda na rude senda que lá ides percorrer; entretanto, nossas mãos invisíveis vo-lo tornarão mais fácil e, se tiverdes perseverança,. vontade e coragem, vereis os obstáculos ruírem à vossa frente.

“Quando ouvirem sair de vossas bocas estas palavras: “Todos os homens são irmãos e se devem apoiar mutuamente para marchar”, quanta admiração e quantas exclamações! Sorrirão quando virem que professais tal doutrina e dirão, baixinho: “Dizem belas e grandes coisas; mas não serão balizas, que indicam os caminhos sem os percorrer?”

“Mostrai; mostrai-lhes então que o espírita, esse novo apóstolo do Cristo, não está no meio do caminho para indicar o atalho, mas que se arma do machado e do cutelo, precipitando-se em meio às mais sombrias e obscuras florestas para abrir uma passagem e desviar as sarças dos passos dos que os seguem. Sim, os novos discípulos do Cristo devem ser vigorosos, marchar com passo firme e a mão pesada. Nada de barreiras à sua frente. Todas devem cair sob seus esforços e sob seus golpes; as densas florestas, as lianas e os espinheiros quebrar-se-ão para, finalmente, deixarem ver um pouco do céu!

“Então, aí estará o consolo e a felicidade. Que recompensa para vós! Os Espíritos bem-aventurados exclamarão: “Bravo! bravo!” Filhos, logo sereis dos nossos e em breve vos chamaremos nossos irmãos, porquanto soubestes desempenhar a tarefa que voluntariamente vos impusestes! Deus recompensa generosamente aquele que quer trabalhar na sua vinha; dá a colheita a todos os que contribuem para o grande labor!

“Ide, pois, em paz. Ide: nós vós abençoamos. Que esta bênção vos dê felicidade e vos encha de coragem. Não esqueçais nenhum dos vossos irmãos da grande sociedade da França; todos fazem votos por vós e por vossa pátria, que o Espiritismo tornará poderosa e forte. Ide! os bons Espíritos vos assistem!”

.Santo Agostinho n



[1] [v. Santo Agostinho]


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir