Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Job    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 29

(Versículos e sumário)

29 Acrescentou também Job, continuando a sua parábola, e disse:

2 Quem me dera ser como eu fui nos meses antigos, como nos dias em que Deus me guardava?

3 Quando a sua lâmpada luzia sobre a mi­nha cabeça, e quando eu guiado pela sua luz caminhava nas trevas?

4 Como fui nos dias da minha mocidade, quando Deus habitava secretamente em minha casa?

5 Quando o Todo-Poderoso estava comigo; e os meus filhos em torno de mim?

6 Quando eu lavava os meus pés em manteiga, e quando a pedra derramava para mim arroios de azeite?

7 Quando eu saía até à porta da cidade, e me preparavam uma cadeira na praça pública?

8 Viam-me os mancebos, e se escondiam; e os velhos, levantando-se, se punham em pé.

9 Os príncipes cessavam de falar, e punham o dedo sobre a sua boca.

10 Os maiorais continham a sua voz, e a sua língua ficava pegada ao seu paladar.

11 A orelha que me ouvia, chamava-me bem-aventurado, e o olho que me via dava testemunho de mim.

12 Porque eu tinha livrado o pobre que gritava, e o órfão, que não tinha quem o socorresse.

13 A benção do que estava a perecer vinha sobre mim, e consolei o coração da viúva.

14 Eu me revesti da justiça; e a equidade me serviu, como de vestido e de diadema.

15 Eu fui o olho do cego, e o pé do coxo.

16 Eu era o pai dos pobres; e as causas de que eu não tinha conhecimento, eu me instruía delas com toda a diligência.

17 Eu quebrava os queixos do iníquo, e tirava-lhe a presa dentre os dentes.

18 E eu dizia: Eu morrerei no meu ninhozinho, e multiplicarei os meus dias como a palmeira.

19 A minha raiz descoberta está junto às águas, e na minha seara fará assento o orvalho.

20 A minha glória sempre se renovará, e o meu arco se fortificará na minha mão.

21 Os que me ouviam, esperavam a minha sentença, e em silêncio estavam atentos ao meu conselho.

22 Não ousavam ajuntar nada às minhas palavras, e minhas razões caiam sobre eles como orvalho.

23 Esperavam-me como a chuva, e abriam a sua boca como às águas tardias.

24 Se alguma vez me ria com eles, não o criam, e a luz do meu rosto não caía no chão.

25 Se eu queria ir vê-los, assentava-me no primeiro lugar; quando eu estava assentado como um rei, rodeado de guardas, era todavia o consolador dos aflitos.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

Abrir